Artigos

09
dez/23

Leigos e leigas na família agostiniana

Imagem
Imagem

A Família Agostiniana é constituída por uma grande variedade de pessoas que, agraciadas pela vocação batismal, procuram viver o seguimento de nosso Senhor Jesus Cristo de acordo com o carisma agostiniano, na Ordem de Santo Agostinho (OSA).

A Ordem de Santo Agostinho é formada por três grandes ramos: em primeiro lugar, os frades agostinianos, os Irmãos de votos solenes, de votos simples e os noviços das diversas circunscrições da Ordem (províncias, vicariatos, federações). Em seguida, temos as monjas de vida contemplativa, pertencentes aos mosteiros femininos da Ordem. Do terceiro ramo fazem parte os fiéis leigos membros das Fraternidades Agostinianas Seculares (FAS), legitimamente erigidas por um decreto do Prior Geral. Esses três ramos são governados pelo Prior Geral, a quem compete estabelecer a fundação ou supressão de comunidades ou fraternidades, além de aprovar as Constituições e os Estatutos (cf. Constituições n. 40).

Além desses três ramos, a Família Agostiniana compreende outros grupos, como os institutos religiosos, masculinos e femininos, que foram agregados à Ordem por um decreto do Prior Geral (atualmente são mais de cem). Fazem parte da Ordem outros grupos de fiéis leigos, além daqueles que são afiliados à Ordem (cf. Constituições n. 41).

Tais ramos e grupos encontram-se unidos por um profundo laço de comunhão espiritual, e têm sua grande razão de ser naedificação do corpo de Cristo” (Efésios 4,12). Todos compartilhamos a comum dignidade da vocação batismal, a plena pertença à Igreja, bem como a participação e a corresponsabilidade na missão da Igreja. Na casa comum do Povo de Deus, religiosos, religiosas, leigos e leigas são chamados a viver a comunhão, cada qual segundo a própria vocação (cf. Constituições n. 45). Nesse sentido, estamos bem sintonizados com o estilo sinodal querido pelo Papa Francisco, na linha da comunhão, participação e missão.

As Fraternidades Agostinianas Seculares (FAS), de longa tradição na Ordem, congregam os fiéis de ambos os sexos que, mantendo a própria condição laical, querem ser fiéis à vocação cristã, inspirando-se na espiritualidade agostiniana. Procuram instaurar a união de corações e buscam formar um grupo que seja uma forma concreta de presença ativa na Igreja, contribuindo assim para a construção da Cidade de Deus no mundo (cf. Constituições n. 46).

Existem também outros grupos de leigos que, ligados a alguma comunidade religiosa agostiniana, de frades ou monjas, manifestam o desejo de viver mais profundamente sua vida cristã inspirando-se na espiritualidade agostiniana. Entre esses grupos, encontram-se as confrarias e arquiconfrarias de Nossa Senhora da Consolação e Correia, Santa Mônica e Santo Agostinho; as Oficinas de Caridade de Santa Rita de Cássia; as Mães Mônicas; os grupos juvenis agostinianos; as confrarias de Santo Tomás de Vilanova, de São Nicolau de Tolentino, etc (cf. Constituições n. 49).

A Ordem também tem a faculdade de afiliar fiéis que merecem um honroso reconhecimento por sua valorosa cooperação para o bem da Ordem. Dessa forma, são considerados também membros efetivos da Ordem e participam de todos os seus bens espirituais.  Os pais dos Irmãos e Irmãs de votos solenes são afiliados à Ordem no próprio dia da profissão solene de seus filhos e filhas. A afiliação de membros à Ordem pode ser concedida pelo Prior Geral por própria iniciativa ou motivada pelo pedido de alguma comunidade da Família Agostiniana (cf. Constituições n. 50). Bispos e sacerdotes diocesanos, que têm uma especial vinculação com as comunidades religiosas agostinianas, também podem ser afiliados.

Desta maneira, todos nós formamos uma só Família que tem a Santo Agostinho como Pai espiritual. Esta união se há de promover com a ajuda de todos os membros, para que a união de corações e de almas em caminho para Deus, prescrita por Santo Agostinho em sua Regra, seja observada e, dessa forma, aumentem seus filhos e filhas. Esta é uma bela maneira de testemunhar a beleza do Evangelho de Jesus Cristo nos tempos atuais.

Frei Luiz Antônio Pinheiro, OSA
Prior Provincial

- Texto publicado na coluna Reflexão, do Jornal Inquietude On-line, de novembro de 2023.

*Foto: II Congresso de Fraternidades Agostinianas Seculares, de 19 a 24 de novembro, em Jundiaí/SP.

+ Mapa do Site

Política de Privacidade
Cúria Provincial Agostiniana Rua Mato Grosso, 936, Santo Agostinho Belo Horizonte - MG, 30190-085 +55 (31) 2125-6879 comunicacao@agostinianos.org.br

Fique por dentro de tudo o que acontece na Província. Cadastre seu e-mail para receber nossa Newsletter.