Santos e Beatos Agostinianos

São João Stone
25 de outubro





SãoJoão Stone nasceu na Inglaterra, em 27 de dezembro de 1539. Viveu no convento agostiniano de Cantuária, sua cidade natal.

Em 14 de dezembro de 1538, o rei Henrique VIII declarou o fechamento do convento.  Por se opor ao decreto, João foi preso e torturado durante um ano. Em 27 de dezembro de 1539, foi arrastado até uma colina da cidade de Cantuária, onde foi enforcado e esquartejado, conforme o costume da época. São João Stone recebeu o martírio pelo amor de Cristo e pela verdade da fé católica.

Foi canonizado pelo Papa Paulo VI, a 25 de outubro de 1970, em meio a um grupo de quarenta mártires ingleses. 

Oração

Ó Deus, que concedestes ao nosso irmão São João Stone a fortaleza para testemunhar com o martírio sua vida consagrada, dai-nos, por sua intercessão, ser com nossa vida de fé testemunhas vossas. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

São Guilherme e Beato João Bom
23 de outubro





São Guilherme nasceu na França.  Depois de sua conversão, peregrinou pela Espanha, Itália e Terra Santa. Após retornar, buscou um lugar solitário na Toscana, Itália, para viver como eremita. Algum tempo depois, se mudou para um eremitério em Malavalle - em Grossetto, na Itália -, onde permaneceu levando uma vida de oração, silêncio, jejum e penitência até sua morte no dia 10 de fevereiro de 1157.

Ele não fundou nenhuma Ordem Religiosa nem escreveu uma Regra de Vida. Contudo, dois de seus seguidores formaram a Ordem de São Guilherme (também conhecida como Guilhermitas), após sua morte. Os Agostinianos veneram são Guilherme desde o súculo 13.

O Papa Inocêncio III o canonizou em 1202.

 

Beato João Bom Nasceu em Mântua por volta de 1169. Tendo-se curado de grave enfermidade, abraçou a vida eremítica em cumprimento de um voto. Sua fama espalhou-se e muitos devotos a ele se uniram, nascendo assim, em Botriolo (Cesena) a Ordem dos Irmãos de João Bom, ou jambonitas.

Distinguiu-se por seu espírito de penitência, pela fé em Deus e pelo amor à Igreja. Sua Ordem passou a integrar a Ordem Agostiniana na união de 1256.

Seu culto foi permitido pelo Papa Sisto IV, por meio da bula “Licet Sedes Apostolica”, de 1483. Seu ofício foi concedido à Ordem em 1672.

Morreu aos 16 de outubro de 1249, em Mântua, em cuja catedral se conservam suas relíquias.

Oração

Deus, nosso Pai, que concedestes a São Guilherme e ao Beato João Bom um verdadeiro espírito de penitência e contemplação: Seguindo seus exemplos, sejamos guiados pelo espírito de vosso amor. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Santa Madalena de Nagasaki   
20 de outubro





Agostiniana Recoleta Terciária, Santa Madalena foi uma das muitas mártires do Japão no século XVII. Em 1623 conheceu a Ordem Agostiniana trabalhando como intérprete para os freis e como catequista.

Durante o período de perseguição aos cristãos ela sustentou a fé de muitos novos convertidos. Em setembro de 1634, não hesitou a entregar-se às autoridades, proclamando-se cristã. Morreu aos 23 anos de idade, depois de torturada por 14 dias. Manteve-se  firme na sua profissão de fé.

Foi beatificada pelo Papa São João Paulo II em 1981 e canonizada em 18 de outubro de 1987.

Em 1989, Santa Madalena de Nagasáki foi declarada padroeira da Fraternidade Secular Agostiniana Recoleta. 

 

Oração

Senhor Nosso Deus, vossa mártir Madalena de Nagasaki pregou sem desfalecer o Evangelho e, num supremo ato de amor, derramou seu sangue por Vós. Concedei-nos, por sua intercessão, ser fiéis testemunhas de vossa palavra e ser associados um dia ao seu triunfo no céu.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Beato Gonçalo de Lagos
14 de outubro





Nascido em Lagos, região de Algarve, em Portugal, em torno de 1360, o Beato Gonçalo entrou para a Ordem de Santo Agostinho em Lisboa, por volta de 1380. Tornou-se um eminente teólogo dedicando sua vida a pregar e instruir crianças e pessoas simples ou sem instrução. 

Prior de importantes conventos portugueses, procurava servir com amor aos irmãos nas mais humildes funções. Foi exímio calígrafo e decorador, escrevendo diversos livros destinados ao uso coral.

Faleceu em Torres Vedras, em 15 de outubro de 1422. Suas relíquias conservam-se na igreja de Santa Maria da Graça.

O Papa Pio VI conformou-lhe o culto aos 23 de maio de 1778.

Oração

Senhor, que conduzistes o Beato Gonçalo à glória celestial, pelo caminho da humildade, ajudai-nos a seguir, com espírito humilde, seu exemplo de total entrega aos irmãos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Benfeitores falecidos
13 de outubro





A celebração dos benfeitores falecidos foi prescrita pelas Constituições de Ratisbona, em 1290, para recordar todos aqueles que, de um modo ou de outro, prestaram sua ajuda às atividades da Ordem de Santo Agostinho.

Três datas são celebradas ao longo do ano em todas as casas da Ordem: pelos familiares e parentes falecidos dos religiosos; pelos benfeitores falecidos, e por todos os irmãos e irmãs falecidos da Ordem.

Oração:

Ó Deus, que perdoais os homens e desejais salvá-los, concedei aos benfeitores de nossa comunidade que partiram deste mundo participar da vida eterna, por intercessão da Virgem Maria e de todos os santos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

 

Ler Mais

Beata Maria Teresa Fasce
12 de outubro





A Beata Maria Teresa Fasce nasceu em Gênova,  Itália, em 27 de dezembro de 1881. Encantada pela santidade de Santa Rita de Cássia, ingressou no mosteiro das Irmãs Agostinianas de Cássia no ano de 1906. Em 1920, aos 39 anos de idade, foi eleita abadessa por unanimidade, cargo para o qual, a cada três anos, seria reeleita ininterruptamente até o dia de sua morte.

Sua vida foi marcada por uma série de grandes projetos e ideais. Um deles foi difundir o culto a Santa Rita, a cuja intercessão devia sua própria vocação. Deu início às obras que fariam de Cássia um lugar de espiritualidade e de caridade, tal como hoje é conhecido no mundo inteiro.

Morreu aos 66 anos, em 18 de janeiro de 1947. Foi beatificada por São João Paulo II no dia 12 de outubro de 1997.

 

Oração

Só vós sois santo, Senhor, e fora de vós nada existe de bom; concedei-nos, por intercessão de vossa serva e beata Madre Teresa Fasce, que tanto trabalhou para fazer conhecer ao mundo as virtudes de Santa Rita, a graça de uma vida autenticamente cristã.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Beato Elias do Socorro Neves
11 de outubro





O Beato Elias nasceu em São Pedro de Yuríria, no México, em 21 de setembro de 1882. Seu nome de batismo era Mateus Elias Nieves Castillo. Ingressou na Ordem de Santo Agostinho em 1903 e, ordenado sacerdote aos 19 de abril de 1916, foi nomeado pároco da localidade de La Cañada.

Quando o governo do país, hostil à Igreja, obrigou os sacerdotes a se retirarem das cidades, Frei Elias do Socorro escondeu-se numa gruta a fim de não abandonar os seus fiéis, aos quais continuou prestando assistência tanto material como espiritual. Descoberto e capturado pelos soldados do governo, foi assassinado a tiros no dia 10 de março de 1928, não sem antes abençoar os seus próprios assassinos e distribuir entre eles seus objetos pessoais. Suas últimas palavras foram: “Viva Cristo Rei!”.

Foi beatificado pelo Papa São João Paulo II no dia 12 de outubro de 1997.

Oração

Ó Deus, que concedestes ao nosso irmão, o beato Elias Socorro Neves, a fortaleza para poder selar com o martírio sua vida consagrada a Vós, concedei-nos, por sua intercessão, dar testemunho com nossa vida da fé que professamos.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Santo Tomás de Vilanova
10 de outubro





Santo Tomás de Vilanova nasceu na Espanha, em1486. Entrou para a Ordem de Santo Agostinho em 25 de novembro de 1517.  Considerado um dos pregadores de maior destaque do século XVI, na Espanha, foi Prior provincial por duas vezes. Em 10 de outubro de 1544, foi eleito Arcebispo de Valência, cidade onde viria a falecer no dia 8 de setembro de 1555. Suas relíquias estão na Catedral de Valência.


Com personalidade forte e diligente atividade pastoral,  foi ele um dos maiores exemplos de promoção da reforma da Igreja na Espanha durante o período pré-tridentino. Impulsionou os estudos, principalmente na Ordem, a ponto de ser considerado o padroeiro dos estudos que nela se realizam. Sustentou igualmente a atividade missionária na evangelização do continente americano, enviando os primeiros frades para o Novo Mundo.

Foi canonizado pelo Papa Alexandre VII, em 1º de novembro de 1658, quando a Congregação de Agostinianos Recoletos já lhe dedicava uma de suas províncias. 

Oração:

Enviai, Senhor, à vossa Igreja, pastores cheios de uma caridade iluminada pela ciência, para que, seguindo o exemplo de Santo Tomás de Vilanova, levem-nos a cultivar a ciência e colocá-la a serviço da caridade. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Beato Antônio Patrizi
9 de outubro





O Beato Antônio Patrizi nasceu e viveu em Sena (Toscana), na segunda metade do século XIII. Ingressou primeiro no convento agostiniano de Lecceto, e mais tarde, foi para o mosteiro de Monticiano, onde morou até sua morte em 1311. A dimensão contemplativa – tão importante na espiritualidade agostiniana – tem em Antônio Patrizi um singular expoente. Sua contemplação traduziu-se num profundo amor a Deus e num incansável e exemplar serviço aos irmãos, sempre aberto às diversas necessidades da Igreja. Em sua memória, ilustra-se o fervor dos primeiros anos de vida da Ordem de Santo Agostinho. Seu culto, que provém de tempos imemoriais, foi confirmado em 1805.

Oração:

Ó Deus, cujo Filho foi para nós exemplo de humildade e prometeu aos puros de coração ver a Deus; concedei a vossos servos, por intercessão do beato Antônio Patrizi, vos servir fielmente com humildade de coração. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém. 

Ler Mais

Mártires do Japão - Beatos Pedro de Zúñiga, Bartolomé Gutiérrez, presbíteros e companheiros
28 de setembro





Os primeiros missionários agostinianos chegaram ao Japão em 1602. Entre 1617 e 1637, centenas de agostinianos e agostinianos recoletos – entre religiosos, terciários e cinturados – sofreram com a perseguição religiosa. Entre eles, o primeiro grupo beatificado em 1867 pelo Bem-aventurado Pio IX, composto pelos seguintes mártires: o Pe. Fernando de São José,  o cinturado André Yoshida, mortos em 1617; o Pe. Pedro de Zúñiga, em 1622; o Irmão João Shozaburo, os oblatos Miguel Kiuchi Tayemon, Pedro Kuhieye e Tomás Terai Kahioye, e os terciários Mâncio Seizayemon e Lourenço Hachizo, martirizados em 1630; e, por fim, os padres Bartolomeu Gutiérrez, Vicente de Santo Antônio e Francisco de Jesus, em 1632. Além dos quais, celebramos também os padres recoletos Martinho de São Nicolau e Melquior de Santo Agostinho, igualmente martirizados em 1632, e beatificados posteriormente, em 23 de abril de 1989, por São João Paulo II.


A memória desses mártires revela a universalidade da vida agostiniana (eles representam, com efeito, quatro nações, a saber, Japão, México, Espanha e Portugal), manifestando o comum testemunho da fé de sacerdotes, irmãos não clérigos e leigos agostinianos, e a mesma herança partilhada pelas famílias agostinianas.

 

Oração

Deus Pai de bondade, que concedestes aos Bem-aventurados mártires do Japão, a graça de sentir-se, pelo vínculo da religião, uma família, a serviço do Evangelho, mais unida e mais íntima que a do sangue; dai-nos, por sua intercessão, ter sempre uma só alma e um só coração dirigidos para vós. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.  Amém.

 

Ler Mais

Beata Josefa da Purificação Masiá Ferragut
22 de setembro





A beata Josefa da Purificação Masiá Ferragu foi vpitima da perseguição religiosa que a Igreja sofreu na Espanha, em 1936, e que produziu um grande número de mártires.  Foi martirizada junto com sua mãe Teresa Ferragut  e suas irmãs monjas Clarissas Capuchinhas Maria Jesus, Maria Verônica e Maria Felicidade, em 25 de outubro de 1936.

Ela nasceu em Valencia, na Espanha, no dia 10 de junho de 1887. Na mesma cidade entrou para o Mosteiro das Agostinianas Descalças de Benigánim, em 3 de fevereiro de 1906. No mosteiro foi priora e mestra de noviças.

O Papa São João Paulo II beatificou na praça de São Pedro no 11 de março de 2001, a beata Josefa da Purificação Masià Ferragut, Agostiniana Descalça, suas três irmãs Clarissas e sua mãe Maria Teresa Ferragut Roig.  Suas relíquias estão na igreja de São Pio X, em Algemesí (Valencia).

Oração

Ó Deus, que hoje nos alegrais com a comemoração anual da Bem-aventurada Josefa da Purificação, vossa mártir, concedei propício o auxílio de seus méritos aos que somos iluminados por seus exemplos de castidade e fortaleza. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Ler Mais

Santo Alonso de Orozco
19 de setembro





Afonso nasceu em Toledo, na Espanha, em 17 de outubro de 1500.  Enviado pelos pais para estudar na Universidade de Salamanca, ingressou juntamente com seu irmão Francisco no noviciado agostiniano, em 8 de junho de 1522.

Ternamente devoto de Nossa Senhora, considerou toda a sua atividade literária como fruto de um mandato direto de Maria. Cerca de 20 de seus escritos tiveram muitas edições e alguns deles foram traduzidos em outras línguas. Há uma grande coleção de seus sermões em Latim, coletados de sua longa carreira como pregador.

Amou intensamente a Ordem de Santo Agostinho. Fundou conventos e sempre considerou seu ingresso na Ordem como uma das maiores graças recebidas de Deus. 

Insigne asceta e místico, sofreu, por quase 30 anos, uma grande crise de escrúpulos, atormentado pela aridez espiritual. Morreu em Madrid, aos 19 de setembro de 1591. Foi beatificado por Leão XIII em 1882 e canonizado por João Paulo II aos 19 de maio de 2002.

Morreu em Madrid, em 19 de setembro de 1591. Foi beatificado por Leão XIII em 1882 e canonizado pelo Papa São João Paulo II, em 19 de maio de 2002.

Oração

Senhor, que confiaste a Santo Afonso de Arozco o Evangelho, para que o levasse aos fiéis: concedei-nos, por sua intercessão, seguindo seu exemplo, saibamos partilhar com toda a comunidade eclesial o que vos dignais operar em cada um de nós e em nossa comunidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

São Nicolau Tolentino
10 de setembro





Nicolau nasceu em Macerata, na Itália, em 1245. Ainda jovem entrou para a Ordem Agostiniana. Fiel cumpridor da profissão religiosa, foi um sacerdote simples, cheio de caridade para com seus irmãos e para com o povo de Deus. Visitava e socorria com grande esmero os doentes e pobres.

São Nicolau revelou-se o maior luzeiro de vida santa, autêntico modelo de vida consagrada agostiniana: soube conjugar sabiamente, nos primeiros alvores da história da Ordem, a vida comum, a oração e a contemplação com as exigências de uma frutuosa vida apostólica.

Passou seus últimos 30 anos de vida em Tolentino, onde morreu aos 10 de setembro de 1305, com grande fama de santidade e de realizar milagres.

 

Oração

Nós vos pedimos Deus todo-poderoso, concedais à Igreja, alegre com a glória das virtudes e milagres de São Nicolau de Tolentino, viver, por sua intercessão, na paz e na unidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Nossa Senhora da Consolação e Correia
4 de setembro





Era costume na Judeia as mulheres andarem cingidas com uma correia desde pequenas, como símbolo de pureza . Como toda judia,  Maria Santíssima também usou, durante toda sua vida. Segundo a tradição, após a morte de Maria, como devoção e como lembrança da Ssntíssima Virgem, São Tomé usou uma correia. A tradição se conserva até os dias atuais com os freis agostinianos.

Santa Mônica também foi figura importante para a devoção à correia de Maria. Achando-se Santa Mônica desolada com a morte de seu marido e dos desvarios de seu filho Agostinho, pedia insistentemente à Mãe da Consolação mostrar-lhe como devia fazer para converter o filho. Nossa Senhora apareceu-lhe vestida de preto e cingida com uma correia de couro e disse-lhe: “Filha, seja este o teu vestido” e, tirando da cintura a Correia, acrescentou: “Recebe esta Correia sagrada, e cinge-te com ela sem deixares jamais. Incumbe-te de espalhar em minha honra a devoção desta veneranda Correia, pois eu te prometo ter carinho especial aos que se apresentarem adornados com esta correia de todo o mundo”.

A Ordem de Santo Agostinho divulgou esta devoção pelo mundo inteiro. A Consolação recorda a alegria de Santa Mônica pela conversão de seu filho Santo Agostinho, e aviva em nossos corações a esperança de que Maria não deixará nunca de velar por nós e pelos nossos entes queridos.

Oração

Ó Mãe da Consolação, cheios de confiança na vossa intercessão maternal, vimmos pedir vosso auxílio. Tendes em vossas mãos a fonte de todas as graças, que brotam do Coração Misericordioso de Jesus: não nos desampareis em nossas necessidades, vinde consolar-nos em nossas aflições. Vós sois nossa mãe. Voltai para nós o vosso olhar misericordioso e alcançai-nos as graças que fervorosamente vos pedimos. Amém.

Ler Mais

Santo Agostinho de Hipona
28 de agosto





Aurélio Agostinho nasceu em 13 de novembro de 354, em Tagaste, ao norte da África. Era filho de Patrício e Santa Mônica. Foi um dos mais importantes teólogos e filósofos nos primeiros séculos do cristianismo. Pai espiritual, inspirador do estilo de vida e espiritualidade seguidos pelos religiosas da “Grande Família Agostiniana”.

Ao longo da vida experimentou diversas doutrinas. Santa Mônica sempre orava para que o filho se convertesse ao Cristinanismo. Foi batizado junto com seu filho Adeodato no ano 387. 

Em Hipona, foi ordenado sacerdote e bispo, ficando a cargo dessa Diocese por 34 anos. Combateu as heresias de seu tempo e escreveu muitos livros, sendo o mais famoso sua autobiografia intitulada “Confissões”.

Faleceu em 430, aos 76 anos de idade, no ano 430.

Para o Papa Emérito Bento XVI, Santo Agostinho foi um “bom companheiro de viagem” em sua vida e ministério. Em janeiro de 2008, referiu-se a ele como “homem de paixão e de fé, de alta inteligência e de incansável solicitude pastoral… deixou um rastro profundo na vida cultural do Ocidente e de todo o mundo”.

Em agosto de 2013, o Papa Francisco, durante a Missa de abertura do Capítulo Geral da Ordem de Santo Agostinho, referiu-se ao santo como um homem que “comete erros, toma também caminhos equivocados, é um pecador; mas não perde a inquietação da busca espiritual. E deste modo descobre que Deus lhe esperava; mais ainda, que jamais tinha deixado de lhe buscar primeiro”.

Difusor da vida e obra de Santo Agostinho, o Papa São João Paulo II redigiu a Carta Apostólica “Augustinum Hipponensem”, em 1986, por ocasião do XVI Centenário da conversão de Santo Agostinho.

Oração

Senhor, despertai na vossa Igreja o espírito que animou Santo Agostinho, para que todos nós, sedentos da verdadeira sabedoria, não nos cansemos de vos procurar, fonte viva do amor eterno. 

Por nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Santa Mônica
27 de agosto





Mônica nasceu em 331 na cidade de Tagaste norte da África, atual Argélia. De família cristã e, contrariamente ao costume de sua época, foi-lhe permitido estudar, o que ela aproveitou para ler e meditar a Sagrada Escritura. Desde muito cedo dedicou sua vida a ajudar os pobres, levando conforto por meio da Palavra de Deus. Sua vida de esposa foi difícil. O marido era muito rude,  a maltratava.Encontrava o consolo nas orações que elevava a Cristo e à Virgem Maria pela conversão do esposo. E Deus recompensou sua dedicação pois ela pôde assistir ao batismo do marido, que se converteu sinceramente um ano antes de morrer.

Tiveram dois filhos, Agostinho e Navígio, e uma filha, Perpétua, que se tornou religiosa. Agostinho foi sua grande preocupação, motivo de amarguras e muitas lágrimas. A vivacidade, inconstância e o espírito de insubordinação de Agostinho fizeram com que a sábia mãe adiasse o seu batismo, com receio que ele profanasse o sacramento.O coração de Mônica sofria muito com as notícias dos desmandos do filho e por isso redobrava as orações e penitências.

Certa vez ela foi pedir os conselhos de um bispo. Este a consolou dizendo: “Continue a rezar, pois é impossível que se perca um filho de tantas lágrimas”.

Agostinho tornou-se um brilhante professor de retórica em Cartago. Mas, procurando fugir da vigilância da mãe aflita, às escondidas embarcou em um navio para Roma e depois para Milão, onde conseguiu o cargo de professor oficial de retórica.

Mônica, desejando a todo custo ver a recuperação do filho, viajou também para Milão, onde, finalmente e aos poucos, terminou seu sofrimento. Agostinho se converteu e recebeu o batismo, junto com seu filho Adeodato. Assim, Mônica colhia os frutos de suas orações e de suas lágrimas.

Forte de ânimo, ardente na fé, firme na esperança, de inteligência brilhante, sensibilíssima às exigências da convivência, assídua na oração e na meditação da Sagrada Escritura, ela encarna o modelo de esposa ideal e mãe cristã.

O Papa Alexandre III confirmou o culto à Santa Mônica em 1153, quando a proclamou Padroeira das Mães Cristãs. O seu corpo, venerado durante séculos na igreja de Santa Áurea, em Óstia, em 1430 foi transladado para Roma e depositado na igreja de Santo Agostinho.

Oração

Senhor, nosso Deus e misericórdia, que cumulastes Santa Mônica com o carisma de reconciliar os homens entre si e convosco, concedei-nos ser mensageiros da paz e da unidade, dirigindo para vós os corações com o exemplo de nossa vida.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Santos Liberato, Bonifácio e Companheiros
26 de agosto





No ano 484 o rei Hunerico decretou que todos os  mosteiros da atual Tunísia e seus moradores fossem entregues aos mouros. Sete religiosos que compunham a comunidade Agostiniana do mosteiro de Gafsa, foram presos e levados para Cartago: Liberato, superior do mosteiro, Bonifácio, diácono, Sérvio e Rústico, subdiáconos, Rogato, Sétimo e Máximo.

Tendo enfrentado provações muito duras, foram mortos,  dando um grande exemplo de fortaleza na fé e de união fraterna. 

A celebração de seu ofício foi concedida à Ordem de Santo Agostinho em 6 de junho de 1671.

Oração

Senhor Deus, que nos santos mártires Liberato, Bonifácio, Máximo e companheiros, fortalecidos com a força do Espírito Santo, nos destes um exemplo admirável de fortaleza e unidade fraterna: concedei-nos, por sua intercessão, que, em meio às vicissitudes deste mundo, permaneçamos sempre fiéis a Cristo e vivamos na unidade no amor.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

Ler Mais

Santo Ezequiel Moreno
19 de agosto





Santo Ezequiel Moreno é denominado o santo da nova evangelização e são atribuídas à sua intercessão muitas curas, especialmente de câncer. 

Nascido em La Rioja, na Espanha, em 1848, Santo Ezequiel Moreno entrou para a Ordem dos Agostinianos Recoletos aos 17 anos de idade. Grande devoto do Sagrado Coração de Jesus sempre demonstrou um intenso amor à Ordem Agostiniana. Ordenado sacerdote, trabalhos nas Filipinas, por 15 anos, onde adquiriu fama de santidade.  Em 1895, foi ordenado bispo de Pasto, na Colômbia.

Sua fama de santidade aumentou durante os três anos que foi prior no convento de Monteagudo, na Espanha. Morreu de câncer em 19 de agosto de 1906, no convento de Monteagudo (Navarra). Foi beatificado pelo Papa Paulo VI, no dia 1º de novembro de 1975, e canonizado pelo Papa São João Paulo II em 11 de outubro de 1992.

Oração

Nós vos agradecemos, Senhor, por conceder-nos em Santo Ezequiel um perfeito modelo de fidelidade ao Evangelho, um ardente operário de vossa Igreja e um Pastor segundo o coração de vosso Filho. Nós vos pedimos por vossa intercessão, conceder-nos viver, com alegria nosso testemunho cristão e imitar, sobretudo, seu ardente amor e sua total disponibilidade de serviço à Igreja e aos homens. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Santa Clara da Cruz de Montefalco
17 de agosto





Clara nasceu em Montefalco (Perúgia), por volta de 1268. Foi uma grande mística que iluminou com seu esplendor espiritual os inícios da história Agostiniana. Ensinava ao próximo a necessidade da renúncia e do esforço pessoal para construir e edificar a vida espiritual. A espiritualidade de Santa Clara distingue-se pelo amor à Paixão de Cristo e pela devoção à Santa Cruz.

Em 1290, emitiu sua profissão religiosa em um mosteiro Agostiano, assumindo o nome Clara da Cruz. Foi abadessa de 1291 até sua morte em 17 de agosto de 1308. Seu corpo é conservado com veneração na igreja das Monjas Agostinianas de Montefalco.

Oração

Ó Deus, que renovastes continuamente a vida de Santa Clara de Montefalco com a mediação da Paixão de vosso Filho: concedei-nos que, seguindo seu exemplo, constantemente possamos renovar nossa imagem em nós. Por nosso Senhor 
Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
Amém.

 

Ler Mais

Beato João de Rieti
2 de agosto





João Bufalari nasceu na Itália, por volta de 1299. Entrou jovem para a Ordem Agostiniana e foi enviado a Rieti, onde permaneceu até sua morte, por volta de 1336, aos 17 anos.

Em sua breve vida como frei agostiniano, demonstrou grande amor fraternal no cuidado com os doentes e com os visitantes do mosteiro. Simples, humilde e sempre alegre , passava bastante tempo em oração. Suas relíquias conservam-se na igreja de Santo Agostinho de Rieti. O papa Gregório XVI confirmou seu culto em 1832.


Oração

Ó Deus, cujo Filho foi para nós exemplo de humildade e prometeu aos puros de coração ver a Deus; concedei a vossos servos, por intercessão do Beato João, vos servir fielmente com humildade e pureza de coração. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

Ler Mais

Beata Madalena Albrici
17 de Julho





Madalena Albrici nasceu em Como, na Itália, por volta de 1415. Foi uma admirável propagadora da vida Agostiniana. Graças à sua ação, muitas consagradas que já viviam em comum passaram à vida religiosa na Ordem. Pouco a pouco, foram-se agregando diversos mosteiros de monjas à família Agostiniana. As irmãs que viviam em sua companhia eram por ela aconselhadas a buscar uma perfeição mais elevada nas virtudes e a desejar viver sempre como súditas antes que como superioras. 

Faleceu, provavelmente, em15 maio de 1465. São Pio X confirmou o seu culto em 1907. Suas relíquias são veneradas na catedral de Como.

Oração

Deus que amais a pureza e que cumulastes a beata Madalena, inflama no amor à paixão e à morte de vosso Filho Jesus Cristo; concedei-nos imitar sua pureza e caridade. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

São João de Sahagún
12 de Junho





João nasceu em Sahagún, na Espanha, por volta de 1430.  Foi ordenado sacerdote e colocou-se a serviço do Bispo de Burgos, Afonso de Cartagena. Continuou seus estudos em Salamanca , onde dedicou-se intensamente à pregação. 

Entrou para a Ordem Agostiniana em 18 de junho de 1463, emitindo seus votos no dia 28 de agosto de 1464, com o nome de Frei João de Sahagún. Foi um infatigável pregador e um promotor da paz e da convivência social, além de solícito defensor dos direitos dos servos e dos trabalhadores braçais. Foi profundamente devoto da Santíssima Eucaristia.

Morreu em Salamanca, 11 de junho de 1479.

Oração

Deus, autor da paz e fonte da caridade, que destes a São João de Sahagún a graça maravilhosa de pacificar os ânimos; fazei que nós, a seu exemplo, permaneçamos firmes na caridade e jamais nos separemos do vosso amor. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Beato Tiago de Viterbo
4 de Junho





Tiago nasceu em Viterbo, em torno ao ano 1255. Quando ingressou na Ordem de Santo Agostinho e foi enviado a Paris para concluir seus estudos. Obteve o doutorado e exerceu a docência em Nápoles.  

Em 1302, foi nomeado Bispo de Benevento e, depois, Bispo de Nápoles. Escreveu obras de grande relevo, nas quais resplandece um amor sincero à Igreja e à doutrina de Santo Agostinho. 

Jordão de Saxônia, no livro Vitasfratrum (II, 4), narra um debate entre os Beatos Tiago de Viterbo e Agostinho de Tarano, então Prior geral, durante o Capítulo Geral de 1300. Tal episódio lança um raio de luz sobre a maturidade e as virtudes que animavam a história dos primeiros séculos da Ordem.

Morreu em Nápoles entre  1307 e 1308. São Pio X confirmou o culto do Beato Tiago de Viterbo em 1911. 

Oração

Senhor, que no beato Santiago destes à Igreja um pastor zeloso e um mestre das verdades da fé; concedei-nos, por sua intercessão, dediquemo-nos com todas as nossas forças ao serviço da Igreja e de nossos irmãos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Santa Rita de Cássia
22 de Maio





Santa Rita nasceu em Cássia, na Úmbria, por volta do ano 1380. Casou-se aos14 anos de idade. Após 18 anos de vida conjugal, ficou viúva. Com a morte dos filhos, entrou para o  mosteiro Agostiniano de Santa Maria Madalena, em Cássia, onde viveu como religiosa por cerca de 40 anos. Durante 15 anos levou o estigma de um espinho da paixão do Senhor na testa. 

Morreu em 22 de maio de 1457 conforme o calendário pisano, ou de 1456 de acordo com o cômputo atual. 

Característica peculiar de Santa Rita foi ter passado por todos os estados de vida, superando os sofrimentos com amor generoso e fortaleza, e sendo sempre mensageira de reconciliação e de paz. Seu corpo é venerado em Cássia, no Santuário a ela dedicado.

Oração

Ó Deus, que em tua infinita misericórdia te dignaste proteger com amor a tua fiel serva Rita de Cássia. Concedei-nos pela sua mediação quanto é impossível aos esforços humanos e as previsões do mundo e do ingênio. 

Pelo amor que Santa Rita tem por Vós, tende piedade de nós e socorrei-nos nas nossas necessidades. Faz que todos conheçamos que só Vós sois a recompensa dos humildes, a defesa dos abandonados e a força de todos aqueles que em Vós confiam. Amém.

Ler Mais

Beatos Clemente de Ósimo e Agostinho de Tarano
19 de Maio





O Beato Clemente nasceu em Ósimo em 8 de abril de 1291. Foi Prior provincial da Província Agostiniana da Marca de Ancona e, depois, Prior geral (1271-1274 e 1284-1291). Era conhecido pelo seu espírito de caridade, seu amor pela simplicidade e pelo modo próprio de ser Agostiniano. 

Suas relíquias conservam-se na capela da Cúria geral da Ordem de Santo Agostinho. O Papa Clemente XIII confirmou-lhe o culto em 1761.

O Bem-aventurado Agostinho nasceu em Tarano (Rieti). Era doutor em Direito civil e canônico pela universidade de Bolonha. Quando entrou para a Ordem de Santo Agostinho foi levado para Roma pelo Beato Clemente. Foi eleito Prior geral em 1298, renunciando, porém, ao ofício em 1300, para retirar-se ao eremitério de São Leonardo, próximo de Sena. era conhecido pela sua humildade, seu zelo pela observância da vida religiosa e seu amor à contemplação.

Morreu ao 19 de maio de 1309 ou de 1310. Suas relíquias conservam-se na igreja de Santo Agostinho em Sena. Teve o culto confirmado por Clemente XIII em 1759.
Clemente e Agostinho revisaram juntos as constituições da Ordem, que viriam a aprovar-se no Capítulo Geral de Ratisbona, em 1290, o que fez com que a fama de ambos sempre fosse grande na história da Ordem.

Oração

Enviai, Senhor, o espírito de amor que animou os beatos Clemente de Ósimo e Agostinho de Tarano na revisão das leis e no governo da Ordem Agostiniana para que, com seu exemplo, cumpramos vossos mandamentos, não por temor do castigo, mas por amor à justiça. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. 
Amém.

Ler Mais

Beato Guilherme de Toulouse
18 de Maio





Frei Guilherme nasceu em torno de 1297 em Toulouse, na França. Aos 19 anos entrou para a Ordem Agostiniana.Era um homem de oração intensa e ação exemplar. Dotado de delicadeza e de brilhante eloquência, atraiu muitos para a vida religiosa. Amou a pobreza e os pobres.

Tanto em casa como quando estava em viagem, o frei e beato agostiniano Guilherme dedicava-se totalmente a Deus através da oração e do serviço ao próximo. Morreu em Toulouse no dia 18 de maio de 1369 , com 72 anos. O Papa Leão XIII confirmou seu culto em 1893.

Oração

Ó Deus, que chamastes Guilherme para o ministério da pregação do Evangelho e lhe destes o dom da oração e da caridade; concedei-nos ser fiéis à oração e ao amor para vivermos a mensagem evangélica em plenitude.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Santo Alípio e São Possídio
16 de Maio





os Santos Alípio e Possídio  foram companheiros e amigos de Santo Agostinho, durante suas lutas e inquietudes. Vivendo e convivendo com Agostinho, o acompanham na vida monacal, nos estudos, na contemplação e nas primeiras comunidades de Tagaste e Hipona. Alípio, foi sagrado bispo de Tagaste em torno de 394, antes de Santo Agostinho ser o bispo de Hipona, e Possídio foi nomeado bispo de Calama, por volta de 397.

A grandeza destes dois santos extraordinários é reconhecida pela Igreja que os celebra juntos, no mesmo dia: 16 de maio. Atitude justificável, não só por terem eles muito em comum, mas também por terem passado suas existências vivenciando o ideal de Santo Agostinho: Uma só alma e um só coração dirigidos para Deus.

A morte de Santo Alípio foi datada em 430; a de São Possídio, por volta de 437. A Ordem Agostiniana celebra seu culto desde 1671. 

Oração

Deus, que fizestes os bispos Alípio e Possídio, unidos fraternalmente a Santo Agostinho, defensores da verdade e propagadores da vida comum; concedei-nos que, de tal modo sejamos livres na verdade e servos no amor, e permaneçamos fiéis em vosso serviço e em nossa vocação. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Nossa Senhora do Socorro
13 de Maio





A devoção Virgem Maria sob o título do Socorro começou nos primeiros anos do século XIV, na igreja de Santo Agostinho de Palermo, na Sicília. Expandiu-se logo por toda a Ordem, especialmente pelos conventos da Itália, da Espanha e, mais tarde, da América Latina.

A imagem da Virgem Maria, pintada sobre madeira, mostra a Mãe com o Menino Jesus. Não se sabe o nome do autor da pintura que foi venerada por todos como uma pintura verdadeiramente milagrosa, fonte de incontáveis milagres, curas e graças.

Atualmente, católicos do mundo inteiro oram à Virgem Maria sob o título de Nossa Senhora do Socorro para que ela interceda por eles em nome de seu Filho Jesus Cristo.

Oração

Nossa Senhora do Socorro, Santa Mãe do Redentor, socorrei o vosso povo que almeja ressurgir. Dai a todos a alegria de caminhar na consciente e ativa solidariedade com os mais pobres, anunciando de modo novo e corajoso o Evangelho do vosso Filho, fundamento e ápice de toda convivência humana que aspira a uma paz verdadeira, justa e duradoura. Como o Menino Jesus que admiramos neste venerável Ícone, também nós queremos apertar a vossa mão. A vós não faltam nem o poder nem a bondade para nos socorrer em todas as necessidades e em cada pedido. Vinde, pois, em nosso auxílio e sede para todos refúgio e esperança. Amém.

Ler Mais

Bem-Aventurado Guilherme Tirry
12 de Maio





O Beato Guilherme Tirry nasceu na cidade de Cork, na Irlanda, em 1608. Entrou para a Ordem  Agostiniana aos 18 anos. Estudou na Espanha, França e Bélgica. Ordenado sacerdote, em em 1638, retornou à Irlanda.

Em 1650, o culto católico foi proibido pela autoridade civil e Guilherme passou então à clandestinidade. Foi preso em 25 de março de 1654, um sábado santo, enquanto celebrava a Missa. Julgado e condenado, foi enforcado no dia 12 de maio do mesmo ano. Estava com 46 anos de idade. 

Foi beatificado pelo Papa João Paulo II em 27 de setembro de 1992.

Oração

Deus onipotente e misericordioso, destes ao beato Guilherme Tirry superar o martírio. Concedei que, celebrando o dia de seu triunfo, passemos invictos por entre as ciladas do inimigo, graças à vossa proteção. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Beata Maria Catarina de Santo Agostinho
8 de Maio





Aos 12 anos de idade, em 1644, vestiu o hábito das Irmãs Agostinianas Hospitalares da Misericórdia de Deus. Quatro anos mais tarde, deixou a França para se tornar missionária em Quebec, no Canadá, onde viveu a serviço dos pobres e enfermos.

Ela escondeu de todos uma doença debilitante que ela aceitou com paciência até sua morte com a idade de 36 anos. Madre Maria Catarina morreu aos 36 anos, no Canadá, dia 8 de maio de 1688. Foi beatificada em 23 de abril de 1989.

Oração

Atendei, ó Deus, nossa oração para que, recordando e multiplicando as virtudes da Beata Maria Catarina de Santo Agostinho, mereçamos permanecer e crescer sempre mais no vosso amor. 
Por nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Nossa Senhora da Graça
8 de Maio





Desde o Capítulo Geral da Ordem Agostiniana de 1284,  Nossa Senhora da Graça é venerada pelos Agostinianos.

Os Agostinianos ajudaram muito a expandir esta devoção mariana, muito difundida especialmente no século XVI, época de expansão e crescimento da Ordem. Muitos conventos foram dedicados à Nossa Senhora Mãe da Graça. A partir do século XVII a devoção passa a ser considerada como própria da Ordem de Santo Agostinho e os agostinianos chegaram até a ser chamados de "gracianos" por causa da relação filial com a Virgem da Graça. 

Atualmente a festa de Nossa Senhora da Graça é celebrada no dia 8 de maio.

Oração

Ó Imaculada Virgem Mãe de Deus e nossa Mãe, cheios de confiança na vossa poderosa intercessão, acercamo-nos de vós para vos expor, durante esta oração, as nossas mais prementes necessidades. Concedei, pois, a graça que confiantes vos solicitamos. E para melhor servirmos ao vosso Divino Filho, inspirai-nos a não pecar dai-nos coragem de nos afirmar sempre como verdadeiros cristãos.

Ler Mais

Beata Maria de São José Alvarado
7 de Maio





Nascida em 25 de abril de 1875 em Choroni, na Venezuela, a beata Maria de São José Alvarado sentiu-se chamada à vida contemplativa ainda jovem. Não havia nenhum mosteiro em seu país, mas ela fez pessoalmente, o voto de castidade aos 17 anos, e consagrou-se ao serviço dos pobres. Em 1893, colaborou na fundação de uma pia união, que depois se tornou congregação religiosa sob o título de Agostinianas Recoletas do Coração de Jesus, dedicada ao serviço dos pobres. Além de seu amor pelos indigentes, conservou sempre a devoção à Eucaristia e a Nossa Senhora. 

Faleceu em Maracay, em 2 de abril de 1967.

Oração

Ó Deus, que prometestes habitar nos corações puros, dai-nos, pelo testemunho da virgem Beata de São José, viver de tal modo que possais fazer em nós vossa morada. 

Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Beatos Vicente Soler, Presbítero e Companheiros Mártires
5 de Maio





Durante a Guerra Civil espanhola, entre os anos 1936 e 1939, muitos frades da Ordem de Santo Agostinho e da Ordem dos Agostinianos Recoletos entregaram suas vidas em fidelidade a Cristo e à Igreja.

Entre estes, o primeiro grupo martirizado era composto por de sete frades Agostinianos Recoletos do Convento de Motril, mortos entre os dias 25 de julho e 15 de agosto de 1936: o Prior geral, Vicente Soler, Deogracias Palacios, León Inchausti, Jesús Rada, Julián Moreno, Vicente Pinilla, além de José Ricardo Díez, irmão não-clérigo. Os seis sacerdotes tinham exercido o ministério da evangelização nas ilhas Filipinas, no Brasil e na Argentina.

Os mártires nos deixaram um exemplo de vida consagrada em favor dos irmãos, de zelo missionário e de amor a Cristo no momento do martírio. 

Oração 

Deus todo-poderoso, que destes aos beatos Vicente Soler e Companheiros a graça de sofrer pelo Cristo, ajudai também a nossa fraqueza, para que possamos viver firmes em nossa fé, como eles não hesitaram em morrer por vosso amor. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Nossa Senhora do Bom Conselho
26 de Abril





A devoção a Nossa Senhora do Bom Conselho é uma das mais antigas da Cristandade. No século IV o Papa São Marcos mandou construir uma igreja dedicada a Nossa Senhora do Bom Conselho, em Genazzano, na Itália, ao lado de um convento fundado por Santo Agostinho. Através dos séculos, Nossa Senhora foi honrada de maneira especial na pequena igreja na colina, que passou a ficar sob a responsabilidade dos freis da Ordem de Santo Agostinho a partir de 1356 até os dias de hoje.

No dia 26 de abril de 1965 a igreja foi inaugurada novamente, depois de ser restaurada dos estragos provocados pela Segunda Guerra Mundial. 

 Oração 

Senhor, vós sabeis que os pensamentos dos homens são inseguros e frágeis; por Maria, na qual se encarnou vosso Filho, enviai-nos o dom de vosso conselho, que nos leve a conhecer o que é de vosso agrado e nos dirija em nossos trabalhos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Conversão Santo Agostinho
24 de Abril





“Tarde te amei, ó beleza tão antiga e tão nova!” (Conf. X,27,38). Com esse clamor de seu coração, Santo Agostinho manifesta seu lamento por ter perdido tantos anos da vida. A conversão foi, para ele, o encontro definitivo com a verdade. Convertendo-se, Agostinho encontrou a si mesmo e a alegria de viver. Encontrou a medida do amor no abraço misericordioso do Pai e, na Igreja, a mãe de salvação e modelo de vida.

Em 386, aos 32 anos de idade, Agostinho, seu filho Adeodato, sua mãe Santa Mônica e um grupo de amigos passaram a viver em um pequena propriedade chamada Cassicíaco, localizada perto de Milão. Eles partilhavam as tarefas do campo e da casa, estudavam e oravam juntos. Naquele lugar, Agostinho abraçou a fé católica e se converteu.

 Oração

Ó Santo Agostinho, sê para nós mestre de vida interior; faze que nela recuperemos a nós mesmos e que, voltemos ao interior de nossa alma, e que então possamos descobrir aí dentro, o reflexo, a presença e a ação de Deus. Dóceis ao convite de nosso verdadeiro ser, mais dóceis ainda ao mistério da sua graça, possamos alcançar a sabedoria com a verdade; com a verdade, o amor; com amor, a plenitude da vida que é Deus. Amém.

Ler Mais

Beata Helena de Údine
23 de Abril





A Beata Helena nasceu em Údine, na Itália por volta do ano 1396. Em 1441, entrou para o convento como Agostiniana Secular.  Entregou-se às obras de misericórdia com sua ação e seus bens. Dedicou-se intensamente à oração, sobretudo na igreja Agostiniana de Santa Luzia. Antes e depois da oração dedicava grande tempo à leitura.

Em seus últimos anos de vida, suportou pacientemente uma dolorosa enfermidade. O espírito de penitência, a humildade, a devoção à Paixão do Senhor, o amor à Eucaristia e o espírito de serviço ao próximo marcaram sua vida. Morreu a 23 de abril de 1458. Seus restos se conservam na catedral de Údine.

O Papa Pio IX confirmou seu culto em 1848.

Oração 

Pai, que concedestes à Beata Helena a graça de reconhecer e venerar o Cristo nos pobres e nos que sofrem neste mundo, ouvi suas orações por nós, para que sirvamos humildemente a nossos irmãos necessitados com amor incansável. Por nosso Senhor, Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

São José
19 de Março





A devoção e o culto a São José está entre os Agostinianos desde o século XV. O Capítulo Geral de 1491, celebrado em Roma, definiu que em todas as residências e conventos da Ordem Agostiniana, celebre o ofício de São José, confessor, no dia 19 de março. Em 1722, a Ordem obteve a permissão de celebrar a festa São José, patrono da Ordem Agostiniana no terceiro domingo da Páscoa, o que já era concedido, desde 1700, às Congregações dos Agostinianos Recoletos e Descalços.

Oração 

Deus, em vossa Providência infinitamente sábia, escolheu São José para esposo da Virgem Maria Santíssima. Concedei-nos que aquele mesmo que veneramos como protetor, mereçamos tê-lo no céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

Ler Mais

Beato Simão de Cássia
16 de Fevereiro





Simão nasceu em Cássia, na Itália, em torno de 1295. Ainda jovem entrou para a Ordem Agostiniana. Foi um grande pregador e um dos maiores mestres de vida espiritual de seu tempo. A obediência à Ordem, à comunidade e o amor sincero para com os irmãos mantiveram-no firme na sua vocação, em meio a muitas provações. Formar Cristo em todos foi o motivo inspirador de sua vida. 

Morreu em Florença, em 2 de fevereiro de 1348. Suas relíquias estão na igreja de Santa Rita, em Cássia. O Papa Gregório XVI confirmou seu culto em 1833. 

Oração

Deus, que destes à Igreja, no beato Simão, um ministro fiel para expor a palavra evangélica e para reformar os costumes; concedei que, seguindo sua doutrina e exemplo, mereçamos ser imitadores do vosso Filho Jesus Cristo que convosco vive e reina para sempre. Amém.

Ler Mais

Beata Cristina de Spoleto
13 de Fevereiro





Nascida na Itália, a Beata Cristina de Spoleto vestiu o hábito de Agostiniana secular, por volta do ano 1450. Era muito jovem e desejava ardentemente dedicar-se ao seguimento de Cristo. Durante sua caminhada religiosa, viveu em alguns mosteiros Agostinianos. Em 1457 começou uma peregrinação a Assis, Roma e Jerusalém. 

Morreu, ao passar por Spoleto, no dia 13 de fevereiro de 1458 com grande fama de santidade. Suas relíquias  estão na igreja de São Nicolau, em Spoleto. 

 O Papa Gregório XVI confirmou seu culto em 1834 proclamando-a Beata.

Oração

Ó Deus, que não quereis a morte do pecador, senão que se converta e viva, fazei de todos nós, seguindo o exemplo da Beata Cristina, demos frutos de verdadeira penitência e conversão.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Beato Anselmo Polanco
7 de Fevereiro





Anselmo Polanco nasceu em Palência, Espanha, em 16 de abril de 1881. Foi ordenado sacerdote no convento Agostiniano de Valladolid em 1904. Dedicou-se à formação dos religiosos e ensinou teologia, sendo eleito, em 1932, prior da província das Filipinas. Em 1935, foi ordenado bispo de Teruel. 

Em 8 de janeiro de 1938, foi feito prisioneiro pelo exército republicano. Durante os três anos em que viveu na prisão, animou os companheiros organizando uma vida espiritual intensa, com práticas de piedade e meditação. No dia 7 de fevereiro de 1939, poucos dias antes de acabar a guerra, foi executado e depois queimado a alguns quilômetros da fronteira francesa.

Foi beatificado pelo Papa João Paulo II em 1 de outubro de 1995.

Oração

Deus todo-poderoso e eterno, que concedestes a vosso mártir Anselmo Polanco morrer por Cristo, ajudai-nos em nossa debilidade para que, assim como ele não duvidou em morrer por Vós, assim também nós nos mantenhamos fortes na confissão de vosso Nome. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém

Ler Mais

Bem-aventurado Estêvão Bellesini
3 de Fevereiro





O beato Estêvão Bellesini nasceu em Trento, na Itália, em 25 de novembro de 1774. Aos 17 anos entrou para o noviciado Agostiniano do convento de São Marcos, em Bolonha. Era alegre, saudável, aplicado e piedoso. Em Roma, no convento Santo Agostinho, foi designado Mestre de Noviços, cargo que também exerceu, depois, na Úmbria e em Genezzano. 

Morreu em Genezzano, em 2 de fevereiro de 1840. Foi beatificado por São Pio X, em 1905.

Oração

Ó Deus, que no beato Estevão nos destes um admirável exemplo de apóstolo totalmente dedicado à educação da juventude e a propagar o amor filial à Virgem Maria; fazei que, imitando seu zelo, dediquemo-nos de todo coração ao serviço de vossa Igreja. 

Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

Beata Josefa Maria de Benigánim
23 de Janeiro





Josefa Maria nasceu em Benigánim (Valência, Espanha), no dia 9 de janeiro de 1625, em uma família modesta. Ingressou como leiga no mosteiro das Agostinianas de Benigánim, em 25 de outubro de 1643. Foi  admitida como Irmã em 18 de novembro de 1663.

Vivia de forma simples, humilde, dedicada aos trabalhos e serviços da comunidade. Era um espírito de eminente contemplação. Analfabeta, era admirada por seu dom de conselho e conhecimentos teológicos.

Morreu em 21 de janeiro de 1696, na festa de Santa Inês. Seu nome de batismo era Josefa Teresa. Foi beatificada pelo Papa Leão XIII, em 26 de fevereiro de 1888.

Oração

Ó Deus, que adornastes a Beata Maria Josefa Maria com a inocência da vida, a simplicidade de coração e os dons admiráveis de vossa graça, fazei que, com seus exemplos, possamos dar um autêntico testemunho de fé com a humildade de nosso serviço. 

Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Ler Mais

São Fulgêncio de Ruspe
3 de Janeiro





São Fulgêncio nasceu em Cartago, por volta do ano 462. Entrou para a vida religiosa inspirado pelo comentário de Santo Agostinho sobre o salmo 36. Ordenado sacerdote, passou pela Sicília e esteve em Roma no ano 500. Foi ordenado bispo de Ruspe em 502 e esteve à frente da Diocese por nove anos, onde fundou um mosteiro. Cultivou com muito zelo a doutrina agostiniana. Vivia pobremente, dedicando grande parte do seu tempo à oração em comum e à composição de obras doutrinais e pastorais. Morreu em Ruspe, em 1º de janeiro de 532, aos 65 anos.

Oração

São Fulgêncio, rogai por nós para que aceitemos com alegria e obediência tudo o que estiver em conformidade aos planos do Pai, para que possamos sentir a paz e a força do Alto, que sempre nos é concedida. Por Cristo Nosso Senhor. Amém.

Ler Mais