Imagem card Quem Somos

Quem Somos

Somos os freis da Província Agostiniana Nossa Senhora da Consolação do Brasil e temos como propósito frutificar o carisma agostiniano em terras brasileiras, através das nossas obras.

Santos
e Beatos

Bem-aventurado Estêvão Bellesini
03 de fevereiro

Imagem card Vida e Obra de Santo Agostinho

Vida e Obra de Santo Agostinho

Santo Agostinho (354-430), africano de nascimento e romano de cultura, é um patrimônio de santidade e cultura não só da Igreja, mas de toda a humanidade...

Toma e Lê Inspiração para meditar

“Quando esvaziares teu coração do amor terreno, começarás a enchê-lo do amor divino. (Tratado da carta de São João 2.8).”
- Santo Agostinho

Artigos

16jan Imagem destaque da evento A NOVA PROVÍNCIA - Tributo aos Pioneiros
A NOVA PROVÍNCIA - Tributo aos Pioneiros
08jan Imagem destaque da evento Mensagem do Papa: Jesus nos salva do gelo da indiferença e da desumanidade
Mensagem do Papa: Jesus nos salva do gelo da indiferença e da desumanidade
03jan Imagem destaque da evento Mensagem do Papa Francisco para o 28º Dia Mundial do Enfermo
Mensagem do Papa Francisco para o 28º Dia Mundial do Enfermo

Notícias

27jan
Papa divulga mensagem para o 54º Dia Mundial das Comunicações

A Sala de Imprensa da Santa Sé divulgou o tema da Mensagem do Papa Francisco para o 54º Dia Mundial das Comunicações: “Para que contes aos teus filhos e aos teus netos. A vida se faz história”. O tema escolhido é extraído de uma passagem do Livro do Êxodo (10,2). O Dia Mundial das Comunicações Sociais será celebrado em 24 de maio próximo.

Com esse tema o Papa afirma que a herança da memória é particularmente preciosa na comunicação. Francisco recordou, muitas vezes, que não há futuro sem o enraizamento na história vivida. Dessa forma, ele nos leva a entender que a memória não deve ser considerada um “corpo estático”, mas uma “realidade dinâmica”. Através da memória, se dá a transmissão de histórias, esperanças, sonhos e experiências de uma geração à outra.

Este tema do próximo Dia Mundial das Comunicações também nos recorda que toda história nasce da vida, do encontro com o outro. Portanto, a comunicação é chamada a colocar a memória em contato com a vida, mediante a narração.

Para comunicar a força vital do Reino de Deus, Jesus recorreu ao uso de parábolas, deixando aos ouvintes a liberdade de aceitar ou não suas narrações, assim como também de transmiti-las.

A força de uma história é expressa pela capacidade de gerar mudanças. Uma história exemplar, tem uma força transformadora. É o que experimentamos quando nos deparamos, através da história, com a vida dos Santos. Um aspecto que o Santo Padre adotou ao comunicar a “grande riqueza” oferecida pelo testemunho da vida dos mártires.

Mais uma vez, portanto, o Pontífice coloca ao centro da sua reflexão a pessoa com seus relacionamentos e sua capacidade inata de se comunicar.

Por isso, com o tema que escolheu para o próximo Dia Mundial das Comunicações, o Papa pede a todos, sem exceção, para frutificar seu talento: fazer da comunicação um meio para construir pontes, unir e compartilhar a beleza de ser irmãos em um tempo marcado por contraposições e divisões.

26jan
Pela Ecologia Integral: Agostinianos participam da 1ª Romaria da Arquidiocese de BH a Brumadinho

Em comunhão com milhares de pessoas os freis da Província Agostiniana Nossa Senhora da Consolação do Brasil participam da 1ª Romaria da Arquidiocese de Belo Horizonte pela Ecologia Integral a Brumadinho, dia 25 e janeiro.

Dom Vicente Ferreira, bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, afirmou que as ações em defesa de uma Ecologia Integral devem ser contínuas e fazer parte do compromisso de todo cristão. Também destacou  a mensagem enviada pelo Papa Francisco ao povo de Brumadinho, e disse que o problema enfrentado no município de Brumadinho diz respeito a toda humanidade.

A Romaria foi um momento de união, oração e partilha com a participação de caravanas de diversas regiões do Brasil que levaram apoio às famílias das 272 vítimas do rompimento da barragem de rejeitos de minério da Mina Córrego do Feijão.

Durante o trajeto da Romaria, foram lidos os nomes das vítimas e, às 12h28, horário em que a barragem se rompeu, há um ano, centenas de balões vermelhos e brancos  foram soltos, colorindo o céu de Brumadinho. Os profissionais que ainda trabalham na localização dos corpos, receberam homenagem especial.

No final da tarde, dom Vicente celebrou Missa com a presença do Arcebispo metropolitano e Presidente da Presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Walmor Oliveira de Azevedo.

Oração do Papa Francisco por uma ecologia integral e pelas vítimas de Brumadinho

O Papa Francisco dedicou mensagem à 1ª Romaria da Arquidiocese de Belo Horizonte a Brumadinho por uma Ecologia Integral, em que pede aos fiéis que rezem pelas 272 pessoas que perderam a vida no rompimento da barragem. No vídeo, o Pontífice lamenta a contaminação do Rio Paraopeba, solidariza-se com o povo de Brumadinho e com a Arquidiocese de Belo Horizonte.

 

Brumadinho2.jpg

Brumadinho-3.jpg

24jan
Exposição sobre a vida e obra de Santo Tomás de Vilanova

A exposição itinerante Postulado de Santo Tomás de Villanova da Igreja, que está percorrendo a Espanha com uma mostra de quatorze painéis, tem como objetivo divulgar a enorme herança cultural, intelectual e espiritual do santo agostiniano, chamado Pai dos Pobres. A iniciativa é da Federação Agostiniana da Espanha (FAE), dirigida pelo Frei Miguel Orcasitas, OSA, que também é responsável pela comissão pró-doutorado de Santo Tomás de Villanova.

Uma das propostas das exposição é dar visibilidade ao legado de Santo Tomás de Vilanova e ao pedido enviado ao Papa Francisco pela Conferência Episcopal Espanhola e a Fraternidade Agostiniana Espanhola (FAE) pela nomeação de Santo Tomás como Doutor da Igreja.

O título de Doutor da Igreja foi solicitado no final do século XIX, reiterando o pedido em um sínodo realizado em Valência em 1951 e, posteriormente, um número significativo de bispos e instituições por ocasião do 5º centenário de seu nascimento. Mas a iniciativa não prosperou, na época, pela falta de publicações recentes e acessíveis de seus trabalhos. O último, em latim, foi publicado em Manila no século XIX.

Recentemente, entre 2010 e 2015, a Federação Agostiniana Espanhola (FAE) promoveu a publicação de seu extenso trabalho, em edição bilíngue, na Biblioteca de Autores Cristãos (BAC Maior). São 454 sermões e alguns outros textos menores. As ordens agostinianas (Ordem de Santo Agostinho, OSA; Ordem dos Agostinianos Recoletos, OAR; e Ordem dos Agostinianos Descalços, OAD), juntamente com a FAE e a arquidiocese de Valência, promoveram essa iniciativa, apoiadas por conferências episcopais de diversos países.

Título do Doutor da Igreja
O título de Doutor da Igreja é conferido a apenas 36 santos dos quais quatro são espanhóis (San Isidoro de Sevilla, San Juan da Cruz, Santa Teresa de Jesus e San Juan de Ávila). Ser declarado Doutor da Igreja exige santidade de vida, eminente doutrina e proclamação do Papa, por isso acreditamos que a biografia e a doutrina de Santo Tomás justifica a reivindicação.

No ano passado, o Papa Francisco recebeu em audiência os superiores dos agostinianos, agostinianos recoletos e agostinianos descalços para discutir, entre outras questões, o processo de doutorado de Santo Tomás de Villanova, por sua doutrina eminente e atual.

Reforma da Igreja no século XVI
Santo Tomás de Villanova foi um dos arquitetos da reforma da Igreja espanhola no século XVI. Ele fez isso pelo trabalho realizado dentro da Ordem, por sua projeção missionária, por sua contribuição para a renovação da pregação e por seu pedido pastoral, especialmente em relação ao clero e aos pobres e, finalmente, por sua santidade e vida. Tomás de Villanova é, sem dúvida, uma figura essencial no panorama de renovação da ordem na Espanha na primeira metade dos anos. XVI.


- Assista ao vídeo do presidente da comissão pró-doutorado de Santo Tomás de Villano, Frei Miguel Ángel Orcasitas, OSA:

Santo_Tomas_Vilanova.jpg

Imagem card Vocações

Vocações

Assim como Santo Agostinho, encontre em Jesus o sentido da vida.

A nossa Província investe em uma formação de excelência para os candidatos à vida religiosa e ao sacerdócio. Essa promoção de novas vocações se dá pelo esforço e preocupação de muitos religiosos, em especial os mais jovens, que buscam ser testemunhas alegres que despertem e animem outros jovens a se juntarem a nós nessa aventura de fé e amor a Deus.

Imagem card Nossas Obras

Nossas Obras

Nos dedicamos as nossas obras com muita generosidade e determinação.

Além das "obras históricas" e de assistência social e promoção humana, nos dedicamos à formação de novos frades, assessorias de pastorais e movimentos populares e de grupos e pastorais ligadas à promoção dos direitos humanos, da justiça e paz.

Mapa do Site